Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..

Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..
Amar é sentir a sensibilidade de uma flor.

Aos amigos.

Aos amigos.

O meu livro.

30 de setembro de 2014

Somos!



Nossas mãos unem-se nesse entardecer,nossos olhares completam-se para um novo amanhecer,nossos corpos juntam-se ao encontro de um novo dia.

Somos amantes do sol que nos observa quase adormecendo,somos um elo dessa luz que sutilmente nos envolve,nesse recanto à beira-mar.

Juntos seremos cúmplices da noite que irá chegar,trazendo vibrações de um luar.

Somos dois corpos encontrando-se todas as tardes,na mesma hora e no mesmo lugar. 

Para.....simplesmente nos amar....

Somos....


Poema-Carmen Lúcia-imagem-centerblog.net.

29 de setembro de 2014

A luz da Candeia!






Aqui estou te esperando,aprisionando meu corpo  com segurança,somente a luz da candeia à iluminar essa escuridão e sem a luz do luar,mas.... com alma desejando teu amor e esse encontro de amar.

Sozinha,meus pensamentos incendeiam e deixam fragmentos ardorosos,na esperança desse encontro.

Um encontro sob a luz que ilumina nosso abrigo,um refúgio das noites sem a luz da lua,mas com a claridade da candeia,onde tu me enlaçaras em teus braços e serei eternamente tua.

Somente a candeia irá iluminar a entrega de dois seres.

Somente tu e eu sem aprisionar nossas almas,nessa entrega infinita e sem a luz do luar,mas....com a  candeia à iluminar nossos momentos de amar.

Carmen Lúcia.Imagem-centerblog.net.



26 de setembro de 2014

Sobreviventes das encostas do mar!

Duas almas unem-se com energia d'água,através das encostas do mar,deixando corpos umedecidos,
nesse abrigo de amar.

Aprofundam-se,mas são viventes de eternos sentimentos.

Um impulso de amor,entrelaça corpos entre abraços e beijos.

Ah ....se pudessem estariam imersos,sentindo nas profundezas do oceano essa imensidão de volúpias
em desejos.

Arrepios,confundem-se sobre peles molhadas,com toques de seduções e emoções.

Um amor atravessando mares,e chegando com as marés,onde uma fina areia os espera para ser o repouso de duas almas nesse pouso de amar,vindos como sobreviventes,
das 
encostas do mar.

Carmen Lúcia-Imagem-centerblog.net.

25 de setembro de 2014

Rosa Primorosa!





Quando botão,fica adormecida até chegar o momento de nascer e florescer.

Um perfume aromatiza o ar,em cada pétala que se abre.

Resplandece em cores e multicores,colorindo todos os jardins.

Nem todos apreciam a sua singeleza e beleza,mas o que vale é quando se transforma em musa dos versos e prosas.

Hoje chega até aqui,para passar essa exuberância e deixar na lembrança grandes fragrâncias.

Seu nome é Rosa Primorosa,que cumprimenta todas as manhãs da Primavera as alegres azaleias,e se reverencia àqueles que a cortejam e a levam ao altar.

Em prece ou em núpcias,muitas vezes acaricia as mãos que suavemente as seguram,onde deixa um toque sutilmente perfumado.

Aos amantes amados ou ao Sagrado,ela é sempre ofertada como....Rosa Primorosa.

Carmen Lúcia-imagem-centerblog.bet.

24 de setembro de 2014

Névoa de um Luar!





Doce noite em que observo o luar triste,
envolvendo-se em névoa,como quimeras dessa desejada espera.

Aos poucos adormeço,sentindo que não são somente sonhos,e sim a falta do calor de teu corpo.

Um sopro bem devagar,traz nesse luar uma esperança para te amar,mas......as flores ficaram
 tristes e não querem mais viver,sem a presença de ti.

Doce noite de tantos desejos e doces beijos,
quando estavas junto a mim.

Um luar,sempre clareando nossos olhares nos momentos de amar.

Tu fostes,mas voltarás mesmo que não seja em uma noite de luar.

Assim espero..... que essa névoa seja breve.

Carmen Lúcia-imagem-centerblog.net.

23 de setembro de 2014

Licor perfumado!

Faço um descanso renovando minhas energias,colhendo as frutas que sobraram do Outono.

Saboreando delicadamente na boca,ainda sinto o suave perfume do licor,que deixastes em meus lábios como prova do nosso amor. 

Semeamos conjugando o verbo amar,e todas foram
 lentamente florindo.

Momentos inesquecíveis,quando víamos as parreiras dando-nos passagens,em nosso longo caminhar.

Tu fostes embora,mas chegarás nessa Primavera e semearemos novamente como outrora,fazendo a colheita,mesmo que seja em um romper da aurora.

Tu saberás o dia e a hora para colher o fruto que plantamos,e iremos saboreá-lo delicadamente como o licor perfumado que aromatizou
nossos beijos,envolvendo-nos em desejos de dois amantes amados.

Licor perfumado.....

Carmen Lúcia-imagem-centerblog.net.


22 de setembro de 2014

Doce Primavera!

Quero ser acolhida,pela doce estação florida.

Quero sentir o aroma das flores,e o bater das asas da visitante,pousando sobre meus cabelos revoltos.

Nesse pousar,quero vê-la sorrir.

Quero ouvir esse sentimento ecoar,no esvoaçar de suas asas,deixando no ar uma nuvem em fragrância tirada do néctar,e doando como um convite para amar.

Meu corpo,reveste-se com vestes floridas das preferidas que mais colorem.

Viro deusa desse jardim,recebendo perfumes dos jasmins,que tímidos cedem passagem as margaridas e as rosas delicadas desabrochando nessa manhã primorosa.

É chegada mais uma estação,deixando os corações
abertos e libertos como as flores a procura do polem,
para germinar o amor,e encontrar grandes amores.

Doce Primavera.....

Carmen Lúcia-imagem-centerblog-net.

19 de setembro de 2014

Amar sem Limites!



Amor que une corpos e almas,apoderando-se de dois seres.

Rostos se unem,e delicadamente sentem a presença desse instante,nessa união de viver.

Esse é o verdadeiro amor,o que se instala,agarra com suas garras e nos aprisiona para ficarmos unidos
mutuamente.

Sentimos o calor dos desejos,o sabor dos beijos apaixonados e doutrinamos para que sejam sempre, como de eternos enamorados.

Doamos uma vivência àquele que em toda sua existência,entregou-se nesse doce prazer de amar.

Amar sem sentir medo,entregar-se ao momento desejado,como a união de nós bem atados,para jamais serem desatados.

Amar sem limites.......

Feliz Primavera,e que os corações estejam floridos e unidos,com todo esse amor entregue sem limites.




Carmen Lúcia-Imagem-centerblog-net.



 

18 de setembro de 2014

Mãe Africa,pede socorro!



Um corpo frágil e sofrido pelas mazelas da vida,um rosto pedindo socorro sem curva-se,segura com mãos ágeis a criança chorando,por desesperança em lágrimas que implora.

Africa precisa de ajuda.

Seus filhos morrem aos poucos,e poucos os socorrem.

De repente o Ebola chega,e leva consigo os filhos da terra mãe.

Morrendo são isolados e quando atacados,perambulam pelas ruas e sujos mendigam e afugentam àqueles que se aproximam,todos receiam escondendo-se entre vielas,mas não estão fora dessa dor,desse ardor incinerando corpos daqueles já mortos.

Mãe Africa sofrida pelo racismo,estamos perdendo nossos irmãos,de sangue e corações.

  Mundo com tantas diferenças,ricos ou pobres sentirão na pele,o queimar desse flagelo.

Mãe Africa,só nos resta pedir e orar ao Mestre,a descoberta da cura de todos irmãos sofredores.

Carmen Lúcia-imagem-centerblog.net

17 de setembro de 2014

Além do meu corpo!






Sutilmente levito,para chegar ao ápice do universo.

Minh'alma pede,e necessita desse espaço.

Além dos passos que caminhei,deixei de ser refém e fiz meu corpo abdicar-se de ser prisioneiro,e assim
libertar meus desejos.  

Anseios chegaram e pediram em prece,suavidade nesse levitar.

Julgo conseguir e conquistar.

Será mais um avanço à procura de segurança,
mais uma conquista,procurando ter o livre arbítrio,mesmo que seja ínfimo ficará nessa doce esperança.

Meu corpo quase nu,encobre-se com vestes transparentes,deixando suavemente minh'alma sair em leve sopro.

Além do meu corpo.....

Carmen Lúcia-Imagem-centerblog-net.





16 de setembro de 2014

Clausura de um Casulo!



Tu chegastes a mim pousando em minhas mãos,trazendo luminosidade.

Viestes de longe e com asas coloridas,viajastes pelos jardins floridos,pousando de flor em flor,mas aqui encontrastes o repouso do amor.

Esse amor é para sentir o calor em tuas asas,e poder repousar,como na pétala da flor.

Saístes da clausura de um casulo,mas fostes transformada na mais linda visitante.

Em instantes tuas asas se abriram,e voastes procurando a liberdade.

Liberdade de sobrevoar os campos,atravessar rios e matas,ver chegada a hora do descanso sobre as flores,sugando o néctar para ir de encontro 
na entrega,que tu suavemente seduz
em festa.

Tu chegastes com toda essa luz...

Do casulo a metamorfose,tu mostras ao mundo o quanto podemos nos transformar em momentos de amar,e sermos libertos das clausuras nos instantes de amarguras.

Carmen Lúcia-Imagem-centerblog.



15 de setembro de 2014

Assim te espero!



Assim te espero,como todas as vezes,assim te espero. 

Com as mesmas flores que tu me destes,como prova do teu amor,sei que chegarás e cumprirás o que dissestes à mim.

Em gesto carinhoso,entregastes em minhas mãos ramalhetes de rosas.

Prometestes que tua viagem,seria breve como aragem suave,que nesse instante passa leve.

Mas ainda não voltastes........

Talvez elas necessitem de lágrimas,para aguá-las e acordá-las dessa dor em não poder sorrir e exalar o perfume das longas noites de amar.

Assim te espero,chorando por essa solidão.
Assim te espero,e esperarei sempre,pois sei que voltarás à entregar esse amor que continua presente em nossos corações.

Assim te espero.....

Carmen Lúcia-imagem-centerblog-net.

12 de setembro de 2014

Viagem através dos tempos!


 Uma viagem através dos tempos,onde a nossa entrega era correr pelos campos,sentir os aromas
  perfumados da natureza.

Uma beleza rara que não se escondia o rosto sutilmente pincelado em tons delicados,tendo nos lábios o perfume do carmim,laçarote no penteado,e a flor a ser doada ao amor amado.

Vestes em seda,faziam contraste com a pele delicada em alvura,e mãos com gestos de ternura.

Ah......Voltar aos velhos tempos,ter momentos de encantos,saber no entanto que a pureza ali se encontrava,e sem heresia o corpo era delineado em versos e poesias.

Essa retrospectiva,nos mostra o quanto é bom voltarmos aos velhos tempos de nostalgia,sentir
 que ainda vive esse sonho dentro do nosso ser,e ver o quanto é bom reviver e fazer essa viagem,como passagem do nosso viver.


Uma viagem através dos tempos......

Carmen Lúcia-Imagem-Chez-Anna.

11 de setembro de 2014

Um Jardim triste!





Aqui estou entristecida oferecendo à ti,flores
colhidas do nosso jardim.

Tu sabes que foram plantadas e adubadas com nossas mãos,em entregas de amor e doação.

E hoje elas continuam alegres,mesmo não vendo a presença do meu amado,mas ainda exalam aroma perfumado.

Foram-se os tempos,que caminhávamos e percorríamos as alamedas,e ficávamos observando o quanto elas sorriam nesse frescor. 

Ah,quanto amor tu dizias à mim,quando colhias os jasmins. 

Quando colhias as papoulas,e os lírios da paz.

Hoje percebo entre as pétalas das rosas,as lágrimas caídas de saudades dos momentos alegres que ficaram para trás.

Nosso jardim está sofrendo,e apenas colho o que sobrou.
 Flores que tu me doastes,e foram plantadas com nosso amor.....

Poema-Carmen Lúcia-imagem-ChezAnna.



10 de setembro de 2014

Retalhos da Vida!



Cada folha caída é um pensamento de vida que transborda da mente,e sobressalente espera pela nova estação para  ficar em comunhão,junto ao meu ser.

Ressequidas e amareladas,essas folhas mostram a transparência perdida em seu viver.

 Minh'alma,deseja transbordar a emoção alojada nessa nova caminhada de um sobreviver.

Uma realidade,que chega impetuosa adquirindo os retalhos amarelados,que serão restruturados.

Uma vida que se refaz,sem atalhos sem caminhos tortuosos,chegando juntos em um amanhecer,
com profunda clareza e certezas desse novo renascer.

Seriam retalhos da vida,renovados e restruturados,como folhas secas quando adubadas,
voltam 
em
 um novo florescer.


Carmen Lúcia-imagem-centerblog-net.

9 de setembro de 2014

Não tenhas medo!



Com trejeitos faceiros me entrego nessa dança,para transparecer que sou livre.

Como pássaros que ensaiam seu primeiro voo,
adquiro firmeza e sobressaio como nuvem transparente,em um flutuar à caminho desse dançar.

Mas aqui não estas novamente,e meu corpo delineia esses passos,mas minha mente
 vagueia pelo espaço à procura do teu vulto,que talvez escondido tu estás à observar o quanto desejarias me acompanhar.

Fico leve e faço voos,como se fosse planar até encontrar teus olhos observando um desejo de me amar.

Não tenhas medo,estou à esperar com todo amor que à ti doarei,não precisas me acompanhar somente entregar teu corpo junto ao meu,para ensaiarmos essa magia de dançar.

Seremos leves e livres como pássaros à voar.....

Carmen Lúcia-imagem-centerblog.net.


8 de setembro de 2014

Retorno do amor!


 Tempo esperado por esse reencontro,
 tempo contado pelas horas que tu fostes embora.

Tantas vezes,vesti vestes que tu apreciavas e elogiavas.

Mas.....a espera não foi inútil e tu estás aqui,roçando teu rosto junto a mim,e eu sentindo o teu perfume
envolvendo-me em ternura e paixão.

Nossos corações acelerados,batem descompassados,perdidos nessa sedução.

Tu sabias que nosso encontro seria esse laço sem nó,entrelaçando nossos corpos em amor eterno,e jamais duvidastes dos meus beijos e dos meus desejos.

E agora....aqui estamos novamente envoltos nessa doação de amor.

 Viajamos nesse reencontro,
um reencontro ao luar,que fica a nos apreciar o quanto é doce o prazer de amar.

Carmen Lúcia-imagem-centerblog-net.

4 de setembro de 2014

Amigos,uma reflexão de Clarice Lispector.


Amigos,hoje deixo essas palavras lindas de reflexão de Clarice Lispector.

Se Deus assim me permitir,voltarei a postar no final de semana.

Obrigada.
Carmen Lúcia-imagem-centerblog.

3 de setembro de 2014

Sabedoria!



Minh'alma deseja ser,o abrigo do meu viver.

Bem devagar acolhe-se como um pássaro,em seu ninho de amar.

Enriquece-me em sabedoria,e me faz  reviver.

Muitas vezes fica estremecida,mas logo se acalma.

Instala-se dentro do meu ser.

Revigora a minha vida,e me deixa renascer.

Calafrios percorrem meu corpo,quando sinto esse suave sopro.

Fico leve e faço esse voo,para percorrer
um pouso nesse abrigo
 que 
nos acolhe.

Sabedoria de anseios e desejos.....

Poema-Carmen Lúcia-Imagem-Claudineddu-1200

2 de setembro de 2014

Paraíso do amor!


Nesse paraíso,encontramos o sonho de amar.

Aqui trocamos juras,aqui repousamos nossos corpos, e deixamos nos levar em doces instantes de amor.

Não importa se a névoa escurece a paisagem,importa que a nossa embarcação fica à  espera para mais tarde embarcamos na volta dessa viagem.

Uma viagem repousante e de momentos em que nossos olhares encontram-se,e nossos lábios sussurram pedidos de beijos apaixonados.

Parece um sonho,mas é a realidade de duas almas  em juramentos,de amarem-se para uma eternidade.

Tu e eu aqui estamos nesse encontro e faremos um 
descanso,para concretizar essa entrega de amar.

Paraíso do amor......

Poema-Carmen Lúcia-imagem-claudineddu-1200-centerblog.

1 de setembro de 2014

Menina-Moça!



Menina moça que adormece como anjo,sonhando
quem sabe com seu príncipe encantado.

Talvez ele viria,em seus cavalos brancos e a levaria para o castelo para apresentá-la aos súditos.

Ela seria reverenciada pela corte,apresentada ao rei e tornaria-se princesa,com direitos de ser chamada por sua alteza.

Seus cabelos encaracolados,com brilho de raios dourados,exibiriam a coroa que lhe foi dada como soberana desse castelo.

Mas......o sonho é somente um sonho e
a menina-moça com trejeitos faceiros,tem que acordar e pensar que é uma simples e humilde donzela, desejando esconder-se através das mazelas da vida.


Quisera ela poder acordar,atravessar muralhas,e ir ao encontro do amado que tanto a faz sonhar.

Na realidade fica o acalento dos abraços de um príncipe,acariciando nesse sonhar,doces afagos de amar.

Foi um sonho,nada mais....de uma
menina-moça,desejando ser princesa com pompas e realezas.

Carmen Lúcia-imagem-centerblog-net.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos

Amigos

Flores com carinho.

Flores com carinho.